Escolher uma assessoria condominial não é uma tarefa tão fácil quanto se pensa. Isso porque existe uma série de variáveis que devem ser avaliadas, uma delas são os profissionais que estarão envolvidos nos processos do condomínio.

Uma gestão condominial requer conhecimentos específicos e muita responsabilidade. Por esse motivo, muitos locais têm optado por investir numa administradora, capaz de realizar a assessoria condominial.

Mas como escolher a empresa com os melhores profissionais? Primeiramente, é importante que você saiba que a empresa a ser contratada irá controlar as principais ou até mesmo todas as demandas administrativas do condomínio. Isso irá depender do modelo de gestão escolhido por você.

Sendo assim, os moradores terão mais segurança ao confiar plenamente nos profissionais que forem contratados. Mas atente-se em contratar uma empresa especializada e que possa cumprir suas obrigações com excelência.

Neste artigo, te ajudaremos a escolher a melhor opção para te ajudar a administrar o seu condomínio. Acompanhe os próximos tópicos e saiba como escolher os melhores profissionais.

 

 

Responsabilidades de uma assessoria condominial

 

Você conhece as demandas principais de uma administradora de condomínios? Semelhantemente ao síndico, a empresa contratada tem como dever gerenciar e prestar assessoria condominial em todas as questões administrativas.

Existe uma série de profissionais gabaritados envolvidos e responsáveis por lidar com questões legais e mais burocráticas, que o síndico muito provavelmente não alcance por não ter o conhecimento técnico.

Existe um acordo entre o condomínio e a administradora, que é realizado através de um contrato. Nele estarão definidos as funções e deveres da empresa, no que tange à gestão. Existem diversas funções que devem ser cumpridas pela administradora, que são divididas em principais e secundárias.

 

 

  • Funções principais

 A também chamada “precípua”, ou função principal, é auxiliar o síndico nas atividades rotineiras, como realizar pagamentos, contabilização de receitas e despesas, elaboração de folhas de pagamentos.

Outrossim, funções como emissão de boletos, acompanhamento da prestação de contas e realização de assembleias no condomínio também fazem parte do que chamamos de função principal.

É importante salientar que a administração não tem o poder de realizar ações, mas sim orientar o responsável legal pelo condomínio. Ou seja, o que for decidido pela maioria, é acatado pela administradora, que pode orientar se a ação a ser tomada é necessária ou não.

 

 

  • Funções secundárias

 A função secundária de uma assessoria condominial refere-se ao que é desenvolvido no dia a dia do condomínio, como emissão de circulares, aplicação de advertências e multas e as orientações específicas sobre prazos, realização de assembleias, convenção condominial e regulamento interno.

Agora que você já conhece as funções principais da administradora, vamos saber o que é importante antes de contratar um profissional?

 

 

 

Como escolher a melhor assessoria condominial?

O que é mais importante no momento de contratar uma assessoria condominial? Acompanhe as dicas que listamos neste artigo.

 

 

  • Analise a reputação da empresa

 Antes de qualquer coisa, conheça o histórico da empresa. Uma empresa confiável e responsável deve ter um tempo considerável no mercado, para que assim possa ser comprovada sua experiência e idoneidade.

Isso é o que se requer inicialmente de qualquer empresa. Veja há quanto tempo essa empresa atua no mercado, para quantos condomínios já trabalhou e quais ainda são ajudados por ela.

Ademais, verifique se a empresa está respondendo ou já respondeu algum processo judicial. Muitos gestores condominiais esquecem de verificar essas informações e contratam empresas que não prestam um serviço tão bom quanto se esperava.

Outra forma de avaliar a empresa é procurar os representantes legais e moradores de outros locais para pedir informações acerca dela. As opiniões pessoais revelam bastante sobre a capacidade e responsabilidade da empresa.

 

 

  • Faça orçamentos

 Obviamente que o preço não deve ser um dos fatores determinantes na escolha de qualquer serviço. No entanto, não se iluda ao contratar uma empresa que apresentou um valor mais barato, pois nem sempre isso significa a entrega de um serviço de qualidade.

Preços mais reduzidos não são uma comprovação de qualidade, assim como altos preços também não. Portanto, após analisar as empresas, compare também os seus preços e serviços oferecidos, ou seja, o custo-benefício.

Se a empresa tem uma boa reputação no mercado, anos de experiência e boa qualificação dos condomínios, provavelmente terá um custo maior que as outras. Se seu condomínio é organizado financeiramente, por que não investir em um serviço de qualidade, porém mais caro?

Só tenha cuidado com valores abusivos e muito acima da média. A concorrência é grande, então você terá muitas opções para escolher a melhor.

 

 

  • Conheça as possíveis cobranças extraordinárias

 E por falar em valores, outro item a ser avaliado são as cobranças adicionais com a administradora condominial. Algumas empresas cobram a mais por serviços como condôminos inadimplentes e tantas outras funções. Por isso, antes de fechar contrato, analise se no contrato não existem essas cobranças e outros valores embutidos.

 

 

  • Leia o contrato

 Falamos sobre o contrato no tópico anterior. É fundamental que você leia todas as cláusulas deste contrato. Caso elas não sejam claras, aproveite e tire todas as suas dúvidas com a empresa a ser contratada.

Isso porque, cláusulas ambíguas podem futuramente ser pauta de processos judiciais, por conta da difícil compreensão e interpretação.

Por fim, o que deve ser analisado, principalmente, são as multas caso haja rescisão e as obrigações da empresa.

 

 

 

Qual o diferencial que uma assessoria condominial precisa ter?

 

Além de todas as informações que demos anteriormente, é importante que a administradora responsável pela assessoria condominial tenha algum diferencial em relação às outras.

Qualquer serviço diferenciado já pode fazer a diferença no momento da contratação, seja no preço ou até mesmo na qualidade dos profissionais contratados por ela.

Outrossim, o quão conhecedor das leis condominiais a empresa é? Qual tipo de tecnologia sua opção de empresa oferece? Como está a qualidade do que é oferecido?

Estas são apenas algumas das perguntas realizadas pelos gestores dos condomínios, características e atributos mais buscados por eles, antes de realizarem a contratação.

Para ficar mais fácil, analise as demandas principais do seu condomínio e escolha e empresa que melhor se adequar para a solução dos seus problemas.

Precisa de ajuda?