As assembleias são essenciais para expor situações referentes aos condomínios e fazer comunicados importantes. Por esse motivo, síndicos podem atuar em consonância com uma assessoria condominial, na gestão dos condomínios.

A presença de uma administradora de condomínios, auxiliando na assessoria condominial, acaba sendo algo de extrema importância. Ela oferece o apoio necessário para que o síndico conduza as atividades rotineiras, de forma ética e transparente.

Isso porque, o síndico muitas vezes não têm determinados tipos de conhecimentos e tempo que possibilite uma administração total do condomínio. Além disso, existem muitas responsabilidades que não podem e não devem estar atreladas apenas à uma pessoa.

Dessa forma, a assessoria condominial reforça o compromisso do síndico e fiscaliza o cumprimento dos deveres dos moradores e do síndico também.

Ademais, ele pode orientar, através da assessoria condominial, e guiar a gestão do condomínio acerca de decisões importantes. A empresa contratada irá se encarregar dos serviços mais burocráticos, ou desdobramentos técnicos e jurídicos para auxiliar o condomínio na sua gestão.

Por esse motivo, sua presença torna-se essencial não só na vivência diária, como também no momento da realização das assembleias. Esses encontros são fundamentais para definir regras de convivência, direitos e deveres de ambas as partes e outras ações importantes.

Uma vez que o condomínio é um espaço de ampla convivência, é importante que o relacionamento entre todos seja o mais saudável possível. Começando pela relação entre assessoria condominial e síndicos.

 

 

Quando a assembleia deve ser realizada com a assessoria condominial?

Já sabemos que uma administradora de condomínios tem entre uma das suas funções cuidar da assessoria condominial. Além da função de consultoria, ela também lida com a cobrança dos condôminos inadimplentes, o que poderia causar um constrangimento por parte do síndico.

Ademais, a empresa contratada tem a função de analisar os contratos dos fornecedores, realizar intermediações e negociações, principalmente em momentos de conflito. Por conseguinte, a administradora auxilia na criação do regimento interno e nas movimentações judiciais.

São tantas demandas que fica muito difícil ela não estar inserida também no momento da realização das assembleias. Por esse motivo, é importante que a empresa contratada esteja desde o momento inicial, participando das assembleias de condomínio.

A empresa precisa estar a par de tudo o que ocorre dentro do condomínio. Por isso, ela deve saber de todos os pormenores que acontecem também dentro de uma assembleia condominial.

Uma vez que a sua função é tão fundamental, cabe ao síndico e outros envolvidos na contratação dessa empresa escolher uma assessoria condominial responsável e que tenha boas referências.

Existem muitas empresas no mercado, então você deve buscar referências e estar certo de quem foi a melhor escolha, já que essa empresa lidará não só com o dinheiro do condomínio, como também irá intermediar situações por vezes de conflito.

 

 

 

Itens que não podem faltar numa assembleia de condomínio

Listamos neste conteúdo algumas informações essenciais para serem abordadas na primeira reunião de condomínio. Saiba o que não pode deixar de ser dito:

 

●  Definições referentes ao espaço do condomínio

Aqui será definido quais são as regras para utilização do os espaços de convivência comum.

 

 

●  Funções relacionadas ao síndico

Hoje a função de sindico fica estabelecida no código civil e transcrita na convenção do condomínio. Muitos condôminos desconhecem ou simplesmente nunca tiveram interesse em tirar essa dúvida. O síndico é uma figura altamente importante num condomínio, por isso, saber a sua função e as da empresa de assessoria condominial é fundamental.

Dessa forma, a assembleia serve para resolver esses questionamentos e tornar transparente de uma vez por todas as responsabilidades desse profissional ou morador.

 

 

●  Assuntos relacionados aos orçamentos

Todo condomínio tem despesas. Esses gastos referem-se à manutenção e a conservação dos bens, além da remuneração dos funcionários e outros gastos variáveis. Esses valores geralmente são repassados para os condôminos, normalmente através de assembleias.

Esses encontros servem justamente para falar sobre esse assunto e sobre outras aplicações, nas quais envolve dinheiro.

 

 

●  Direitos e deveres dos moradores

Esse é um dos assuntos mais abordados e que devem ser de conhecimento geral. Durante a assembleia é destacado o que se espera dos condôminos e quais são os seus direitos. Outrossim, mostra-se a necessidade de seguir as leis do condomínio e os compromissos acordados no regimento interno.

 

 

●  Como o condomínio conduzirá a sua administração

Essa reunião inicial serve justamente para falar sobre o futuro da gestão atual. O síndico e a assessoria condominial têm a obrigação de mostrar os objetivos aos moradores e descrever a sua condução.

Ademais, podem ser definidas informações acerca de eleições, destituição e obrigações do síndico e outros profissionais envolvidos, bem como as obrigações do conselho.

 

 

●  Como serão as próximas assembleias

O funcionamento das assembleias futuras também deve ser destacado nas Convenção do condomínio. As normas voltadas a sua convocação, os procedimentos realizados e as formas de circulação de convocatórias devem ser ditas desde o início.

 

 

●  Penalidade da não realização das convenções

O que acontece se o morador não estiver de acordo com o foi estabelecido durante a convenção? Durante a assembleia, também poderá ser discutido sobre as cobranças realizadas caso o condômino não respeite as regras estabelecidas anteriormente.

 

 

Importância da assessoria condominial

Já se sabe sobre a importância da assessoria condominial para melhorar os processos burocráticos dos condomínios.

Ela é importante para efetivar e fiscalizar as ações do síndico, que não tem poder para realizar todas as ações, principalmente as voltadas à contabilidade e jurídicas.

Outrossim, a empresa contratada deve participar ativamente das reuniões de condomínio para confirmar que todas as informações foram realmente passadas.

Uma vez que ela irá trabalhar ajudando o condomínio em quase todas as suas demandas, a administradora deve estar ciente de tudo o que acontece. Ela deve apresentar soluções para as principais demandas do condomínio e assessorá-lo.

Outrossim, os moradores também devem participar das reuniões, questionando ações e estimulando a participação de todos.

Uma vez que o condomínio funciona como uma empresa, é de extrema importância que todos participem das assembleias e cobrem pelos seus direitos. O espaço é coletivo e por isso todos devem envolver-se ativamente.

Precisa de ajuda?